Sério, eu devia ter vergonha (muita!) de ainda dar título para essa combinação que eu fiz, e permitir, com isso, que todos achem que isso é uma receita.

Na boa, isso NÃO É uma receita. É uma enganação que eu fiz há uns dias, quando amigas muito íntimas estiveram aqui em casa – porque só com família muito próxima ou amigas muito íntimas para se oferecer, a título de sobremesa, um negócio aí que saiu da sua cabeça quando você viu um pote de doce de leite no supermercado…

Logo que entrei no Pão de Açúcar, vi esse doce de leite. Um doce de leite que leva vaca no nome não pode ser ruim, né??? Não tive dúvidas, peguei o pote e coloquei no carrinho, passando então a pensar em que receita iria fazer com ele naquela noite – e deixando de lado todas as especialidades deliciosas e práticas de meu repertório…

IMG_0966

Preciso dizer que realmente esse doce de leite é delicioso!!! Diferente do que a gente está acostumado a comprar, que costuma ser mais pastoso, ele é um pouco mais diluído, e seu sabor parece mais um caramelo do que doce de leite… é maravilhoso, só não viciei porque estou (mais ou menos) firme no #projetoverãosemburca, então pelo menos nos doces eu tenho que dar uma diminuída, senão adeus biqueine!!!!  hahahahahah

Andando mais com o carrinho, deparei-me com a seção de bolos do supermercado (quem frequenta o PA Parnamirim sabe do que estou falando), e ali me veio a ideia exata do que fazer: vou fazer um pavê de doce de leite, usando bolo em vez de biscoitos! Bingo!

Então estava decidida a sobremesa, e olhem, vou dizer uma coisa: para ter sido quase 100% comprada pronta (não foi 100% porque o chantilly fui eu que fiz…) ela ficou um arraso!!! Qualquer pessoa que entenda NADA de cozinha pode preparar, e certamente vai agradar.

INGREDIENTES:

01 bolo branco comprado pronto – daqueles de padaria ou supermercado, que variam de R$ 6,00 a R$ 15,00, dependendo da “chiqueza” do local em que você compra. Bolo de bacia, nordestinamente falando. Mas tem que ser branco, neutro, para não misturar com o sabor do doce de leite. Não acho que fique bom, por exemplo, bolo de chocolate. Muito doce.

01 pote de doce de leite – sugiro esse que mencionei, mas qualquer doce de leite serve, inclusive o feito com a latinha de leite condensado – que eu particularmente amoooo!

01 garrafinha de creme de leite fresco – tem que ser do fresco se você for fazer o chantilly, como eu, mas se você quiser comprar chantilly pronto, então pode trocar essa garrafinha por uma caixinha, mesmo

leite e algum licor para umedecer o bolo – eu usei amarula, achei perfeito, mas pode serqualquer licor desses mais “neutros”, de nozes, etc… Acho que usei meia xícara de leite, aproximadamente, e uma colher de sopa de licor.

Agora pensa na dificuldade de execução disso:

No depósito em que você for servir, colocar uma camada de bolo esmigalhado grosseiramente com as mãos – sugiro utilizar 1/3 do bolo.

IMG_0963

Regar com a mistura de leite e licor – para umedecer levemente, não precisa encharcar, não.

Colocar umas 3 colheres de sopa de doce de elite em um depósito, e misturar com umas 2 colheres de creme de leite, para diluir (senão fica muito doce – mas isso é a minha opinião, se você conseguir ser mais formiga do que eu – o que duvido muito, pode usar só o doce de leite, sem diluir).

Por cima, mais uma camada de bolo esmigalhado, e depois outra de doce de leite diluído com creme de leite.

Depois, uma última cama de bolo esmigalhado e  finalizar tudo com chantilly, de preferência feito em casa.

Para fazer o chantilly é muito fácil: basta colocar o creme de leite FRESCO no congelador por uns 10 a 15 minutos, e depois bater na batedeira junto com 2 colheres de sopa de açúcar refinado – ou apenas 1 colher, se você for do time dos não-formiga.   Quem quiser usar o chantilly comprado pronto, é só usar em cima dessa última camada, e partir para a decoração.

Nesse dia eu queria decorar o pavê com amêndoas laminadas, coisa que em regra sempre tenho em casa, pois adoro usar nas saladas e em couscous marroquino.

Mas justo nesse dia, eu não tinha amêndoas em casa, muito menos laminadas. Saco. Tinha que colocar algo em cima, pois aquele branco todo do chantilly não tava bom…

Aí, me deu um estalo: já que esse doce de leite parece caramelo, algo com caramelo de verdade aqui certamente vai funcionar… então peguei uns chocolates que vieram comigo de viagem e coloquei alguns pedaços em cima. PERFEITO! mas também, fala sério: tinha como não ficar bom, n
essa sobremesa, um chocolate meio amargo recheado com caramelo e flor de sal??? Perigo zero!!!

E foi assim que eu finalizei o pavê: com pedaços desse chocolate que eu amooo de paixão, que deram aquele toque especial que toda receita precisa ter.

Espero que gostem dessa farsa que eu fiz e tive a audácia de chamar de sobremesa, porque apesar de não ser uma receita, vale a pensa executar! Vai por mim!

IMG_0976

Advertisements