Olha, nem se passou tanto tempo da última postagem, e já estou postando de novo… que beleza!!!

 

Como a maioria das pessoas, ontem eu também comemorei o Dia das Mães. Foi na casa de minha tia, no velho esquema cada um leva alguma coisa. Como já haveria pratos de frutos do mar, e como minha mãe e meu filho AMAM carne, resolvi fazer um filé.

 

Sério. Na boa. tava MARA. Fazia tempo que eu não cozinhava algo que eu mesma adorasse tanto!!! E como não poderia deixar de ser, receita super fácil e rápida de fazer.

 

Para começar, comprei uma peça de filé (de 2 quilos), e na véspera a deixei bem limpa. Aí, coloquei ela num saco plástico e lá adicionei aproximadamente uma xícara de whisky (era para ser conhaque, mas eu não tinha em casa, e honestamente, não vi nenhuma diferença, ficou bom da mesma forma), pimenta moída na hora, ramos de alecrim e 5 dentes de alho em lâminas – não é para amassar o alho, pois depois a gente vai tirar essas lâminas na hora de assar o filé. Fechei bem o saco com um nó, e deixei na geladeira a noite toda. A vantagem de ficar no saco é que você não precisa ficar virando o tempo todo, já que a carne fica em permanentemente em contato com os temperos.

 

Aí, ontem de manhã eu coloquei uma frigideira grande para esquentar com um fio de azeite. Enquanto ela esquentava, eu tirei o filé do saco, desgrudei os temperos dele e o enxuguei com papel toalha.

 

Quando a frigideira estava suuuper quente, coloquei a peça inteira lá, deixando na mesma posição por uns 5 minutos (não sei bem o tempo, mas acho que deve ter sido algo por aí). Nessa hora, você pode colocar sal na carne.

 

Nessa hora, era para ter virado a carne para assar o outro lado, mas como achei que a frigideira já havia esfriado um pouco, retirei a carne da panela (com o pegador, sem furar a carne para não tirar os sucos dela), deixe ao lado e esquentei de novo. Com a frigideira super quente de novo, fritei o outro lado, por mais ou menos o mesmo tempo, e sem mexer muito na peça de filé. Aproveita esse momento e coloca sal do outro lado da carne…

 

Depois disso, é só colocar numa assadeira e cobrir com papel laminado, para manter a temperatura. Se quiser um rosbife, daqueles beeem vermelhinhos por dentro, depois de uns 5 a 10 minutos é só fatiar a carne. Faço isso às vezes para servir de entrada, e aí fatio a carne beeem fininha, arrumo numa travessa e rego com azeite. Ao lado, coloco uns pãezinhos para a pessoa fazer uns sanduichinhos, fica muito legal.

 

Já para a função “refeição”, eu coloquei a peça já selada na travessa que serviria, e deixei lá, enquanto fazia as batatas.

 

Para essa quantidade da foto, usei 15 batatas pequenas. Eu queria fazer com aquelas batatas bolinha, mas como sempre tava em falta no Bondemais, então comprei as menores que achei. Lavei-as bastante com uma escova, e as cortei em seis pedaços cada uma, mantendo-se as cascas (por isso a importância de lavar bem).

 

Coloquei numa panela com água já quente e com sal, e deixei ali uns 5 minutos, nada além disso. A ideia é apenas dar uma leve amaciada nas batatas, para deixar seu interior mais molinho, mas não amolecê-las por completo, pois as queremos crocantes por fora.

 

Feito isso, escorri as batatas e coloquei na maior assadeira que eu tenho, buscando com isso não fazer camadas sobrepostas de batatas, mas sim uma única camada.

 

reguei com bastante azeite, coloquei sal, pimenta moída na hora, alecrim fresco e uns dentes de alho inteiros, com casca mesmo. Misturei tudo muito bem, com as mãos mesmo, e levei ao forno pré-aquecido, na maior temperatura que é possível.

 

Deixei ali coisa de 40 minutos (é bom ir olhando de vez em quando, e ir dando aquela chacoalhada, para assar por igual), e depois disso liguei a parte de cima do forno (grill), e deixei mais um tempinho, até as batatas ficarem coradas.

 

Pronto. Foi só arrumar as batatas ao lado do filé, e já tínhamos um prato muito bom. Porém, faltava um molhinho, né? Comida seca demais, ninguém quer…

 

Então, peguei as aparas do filé que tinha guardado do dia anterior, e coloquei na frigideira suuuper quente, com um fio de azeite. É importante que a frigideira NÃO seja anti-aderente, pois queremos exatamente que os pedaços de carne colem no fundo dela.

 

Depois que a carne já estava bem assada na frigideira, coloquei uma cebola pequena picada e uma cenoura pequena também picada. Refoguei bem, e depois acrescentei um pouco de whisky, para flambar. Acho que uma meia xícara…

 

Depois de flambar, coloquei salsa, sal e pimenta, refoguei mais um pouco, e depois acrescentei água. Deixei ferver bastante, e depois de uns 10 minutos fervendo, coei.

 

À parte, fiz um roux (derreter uma colher de manteiga, acrescentar farinha de trigo e mexer bem) e o acrescentei ao molho, para encorpar, e coloquei também umas gotinhas de molho inglês, para dar um toque diferente.

 

E aí foi só festejar. 20 minutos antes do almoço, levamos o refratário já montado com o filé e as batatas ao forno, e na hora de servir esquentamos o molho.

 

Nossa, sem modéstia, ficou MUITO bom!!!! Com as extremidades do filé ao ponto, como alguns gostam, e o interior bem rosado, como outros preferem. Foi lindo, foi gostoso, foi sucesso!!!

 

Faz aí e me conta se não é tudo isso que tô falando…

 

IMG_5597

 

 

Advertisements